Seu blog pode virar livro!!

Seu sonho pode virar realidade. Tudo por causa do conceito de financiamento coletivo (ou crowdfunding) que chegou ao mercado editorial pela Bookstart. A ideia é simples e já é utilizada com sucesso em outros segmentos no mundo todo: um grupo de colaboradores contribui com determinadas quantias em dinheiro para que um projeto seja viabilizado.
Nos dias de hoje, mesmo com a internet em alta, todas as pessoas querem ter suas histórias documentadas. Para você que já tem experiência como blogueiro(a), pode estar faltando pouco para obter o manuscrito de um livro de sucesso. E se você nunca blogou na vida, mas deseja publicar um livro, pense seriamente na criação de um blog como um primeiro passo para deslanchar na carreira de escritor.

Inspire-se nas dicas que o bookstart da para você:

1. Seja profissional
Faça do seu blog um espaço bem escrito, com boas parcerias comerciais e que busque constante crescimento. Lembre-se de que a blogosfera é enorme e de que o seu leitor espera um trabalho de qualidade.




2. Escolha o texto certo para a mídia certa
Seu futuro livro pode conter os mesmos textos que já estão no blog, mas isso se a maneira como você redige se adapta ao formato impresso/e-book. Dependendo do seu assunto, pode ser necessário produzir textos novos, portanto não tente aproveitar para o público literário aquilo que só funciona com os leitores do seu blog.

3. Avalie qual é o melhor momento para lançar o livro
Não é porque seu blog completou um ano de existência, ou acumulou cem postagens, que está na hora de virar livro. Reflita, antes, se a audiência do blog é movimentada o suficiente para gerar público interessado em um lançamento editorial. Talvez seja o caso de adiar um pouco o projeto do livro e investir mais tempo no blog, divulgá-lo ou mudar sua abordagem. Para obter um termômetro do que seu público espera, experimente fazer uma postagem pedindo sugestões para a escrita do livro e meça a repercussão.

4. Escolha a plataforma de publicação
Um blog pode ser conduzido gratuitamente ao longo de anos, mas um livro requer uma série de investimentos: criação de capa, revisão, diagramação (os profissionais, é claro, cobram por cada um desses serviços) além de impressão, distribuição e por aí vai. Você pode procurar uma editora disposta a assumir esses custos ou produzir seu livro de maneira independente. Aí entram possibilidades como a do financiamento coletivo, que nós do Bookstart promovemos, bem como as edições bancadas pelo próprio autor, para o caso de você ter dinheiro suficiente e disposição para assumir todos os custos.

Espero que tenham gostado !
Beijos,
Carol :)
                                                     *este post é publieditorial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tag Pai e Filha.

♡ O Natal. ♡